Segunda-feira, 31 de Julho de 2006

Apresentação foi um espectáculo lindo de se ver...

 

 

                                      

A dança do Dragão e o mosaico mágico  

Mágico e arrebatador. Não é fácil resumir em palavras tudo o que se viveu este domingo na apresentação do plantel do F.C. Porto para a temporada 2006/07. O Estádio do Dragão registou nova enchente e os portistas vibraram com o programa concebido pelo clube para assinalar o arranque de um ano de ambições renovadas. Houve futebol e vitória azul e branca, sobrou emoção e incentivo. O Dragão iniciou a sua marcha.

O programa principiou com a dança do Dragão, momento desencadeado por Co Adriaanse, que subiu propositadamente ao relvado para despertar o mito, o símbolo supremo do F.C. Porto, a chama de todos os seus seguidores. O treinador integrou um ritual interessante. O Dragão ganhou vida com o seu auxílio, traçou espirais no relvado do estádio, espalhou fogo numa passada ritmada e triunfal.

O momento mais desejado ocorreria de seguida, depois de o palco ter sido invadido por três centenas de figurantes que criaram um mosaico azul e branco gigante, no qual foram surgindo os números de cada atleta e o respectivo nome. Os craques apareciam por baixo da composição, já equipados a rigor e rumo a um palco colocado no centro do terreno. Em simultâneo, uma bandeira com o nome e o rosto do atleta era também colocada no centro das atenções.

O casamento das coreografias com os aplausos foi perfeito. Foram instantes de pura euforia, segundos de comunhão plena. Uma vez apresentados os atletas e o staff técnico e médico, o plantel posicionou-se para uma foto de família que serve para perpetuar uma apresentação excelente.

A voz poderosa de Nuno Norte ofereceu uma faceta musical a esta apresentação. O cantor interpretou temas do CD «Tanto Porto!», com destaque para a versão rock do hino do F.C. Porto, que entoou antes do apito inicial do F.C. Porto-Roma.

Do jogo fica a história de mais uma importante vitória dos azuis e brancos (1-0) sobre um visitante ilustre e exigente. Apesar do rótulo de amigável, sobejam razões para reforçar os índices de confiança da equipa de Co Adriaanse.

O fim de festa chegou com fogo de artifício, luz e som. Um final perfeito. Esta foi, no essencial, uma noite de sentimentos azuis e brancos fortíssimos. Houve expectativa e futebol, música e colorido. As vibrações tocaram o céu. O Campeão Nacional já partiu em busca de novos horizontes. Este espectáculo decorreu num ambiente fantástico. E como o lema deste blogue diz: " TODOS JUNTOS SOMOS MAIS FCP "

sinto-me:

Domingo, 30 de Julho de 2006

No jogo de apresentação FCP vence A.S. Roma por 1-0

Um F.C. Porto de serviços mínimos apresentou-se aos adeptos sem novidades e com uma vitória simples sobre a Roma, colega italiano na fase de grupos da Liga dos Campeões. O espectáculo foi bonito antes e depois do jogo. Nos 90 minutos Co Adriaanse terá sido um dos poucos entusiasmados. Afinal, viu em acção quase todos os 26 futebolistas de que dispõe neste altura.

Uma dos grandes pontos de interesse para o campeão nacional, esta época, é perceber como funcionará o esquema de Co Adriaanse na Europa. Se o utilizar, claro, e parece que para já é essa a intenção do treinador holandês. Frente a uma equipa de razoável dimensão como esta Roma, lá estiveram os três defesas, com Paulo Assunção, Raul Meireles e Ibson nas imediações e depois quatro homens para a frente, sendo um deles Anderson.

Aliás, na frente, mais concretamente sobre a direita, estava a única novidade da noite, o marroquino Tarik. Ele e Quaresma criaram os primeiros movimentos de algum incómodo para a Roma. Seria excessivo chamar-lhe oportunidades de golo. Apenas ligeiras inquietações para Méxes e Chivu, os centrais.

Com Adriano na posição de ponta-de-lança, o F.C. Porto fez-se notado pela qualidade do jogo a meio-campo. Ibson solto e eficaz, Raul Meireles a aparecer bem, Anderson a trazer a magia necessária. Como lá atrás o sistema revelava a eficácia do último campeonato, só mesmo dois estranhos lapsos de Helton provocaram ligeiros arrepios.

O jogo estava levemente azul quando, já perto do intervalo, Quaresma retirou do bolso um dos cruzamentos que o tornam único. Méxes não conhecia o número e pressionado por Adriano bateu Curci. Logo a seguir chegou o intervalo e foi pena. É que depois do golo a Roma desuniu-se e os portistas soltaram-se. Havia mais espaço.

Só que acabou ali, até porque Adriaanse fez nove substituições no balneário


publicado por mdl às 22:48
link do post | Comenta | Adicione aos seus Favoritos
Sexta-feira, 28 de Julho de 2006

Helton o escolhido...Baía o preterido..

Adriaanse definiu prioridades: «Helton é o número um, Baía o dois»

Helton já tinha mostrado na época passada que tinha qualidades para agarrar a titularidade e este ano vai pelo mesmo caminho. Se há um ano não havia certezas neste aspecto, agora o próprio treinador não deixa dúvidas.

«Quanto a guarda-redes para mim é muito claro. O número 1 é o Helton, o 2 é o Vítor Baía e o 3 o Paulo Ribeiro. Se o Baía não tem jogado mais é porque tem estado lesionado», contou quando lhe perguntaram se o experiente guarda-redes seria o terceiro na hierarquia.

Helton, por seu lado, agradece a confiança. «A respeito da titularidade o mister deixou claro que é ele quem decide. Eu estou aqui para trabalhar, como também estão aqui para trabalhar o Vítor Baía e o Paulo Ribeiro. Queremos ajudar o F.C. Porto, independentemente de quem joga. Um jogador do F.C. Porto tem sempre responsabilidades. Jogue ou não», frisou.

Outro brasileiro que tem estado em destaque é Anderson, que voltou a evidenciar-se na vitória sobre o Heracles. O técnico agradece a emancipação do miúdo: «Não foi surpresa, porque quando chegou li nos jornais que era um jogador de grande qualidade. Teve seis meses de adaptação. Acho que não é um extremo, mas um médio-ofensivo, um número dez. Esteve muito bem na segunda parte com o Groningen e hoje durante o primeiro tempo».

sinto-me:

Benni Já Foi...

Blackburn Rovers confirma contratação de Benni McCarthy


O Blackburn Rovers confirmou, através do seu site oficial, a contratação de Benni McCarthy ao F.C. Porto. Depois de realizados os habituais exames médicos, o jogador assinou um vínculo válido por quatro épocas.

O presidente do clube inglês, John Williams, mostrou-se muito satisfeito com a contratação do avançado, que era há muito pretendido: «Tentámos contratá-lo e temos analisado a situação desde então. Estamos encantados por termos seguido contratá-lo.»  Boa Sorte Benni e Obrigado por tudo!!!!!!!!


publicado por mdl às 11:17
link do post | Comenta | Adicione aos seus Favoritos
Quinta-feira, 27 de Julho de 2006

FCP mais uma Vitória

Sexto jogo, quinta vitória do F.C. Porto durante a pré-temporada. O triunfo sobre o Heracles Almelo serve, igualmente, como epílogo para o estágio na Holanda, dado que os campeões nacionais regressam já esta sexta-feira a Portugal. Ainda sem o ponta-de-lança tão desejado, Co Adriaanse apostou em Bruno Moraes como titular e o brasileiro voltou a mostrar qualidades, apontando o único golo do jogo.

Comprovando o bom estado de forma dos dragões, a equipa entrou em campo com o seu esquema habitual composto por três defesas, três médios, um organizador (Anderson), dois extremos e um ponta-de-lança. Quaresma continuou no banco, entrando apenas nos quinze minutos finais, e poderá dizer-se que não fez falta, dado que tanto Vieirinha como Sektioui estiveram em excelente plano.

As grandes virtudes do F.C. Porto, porém, estiveram no miolo do terreno, com Paulo Assunção a cumprir exemplarmente a sua missão, enquanto Raul Meireles e Ibson preenchiam todos os espaços e davam auxílio a Anderson na construção de jogo ofensivo. Este último foi brilhando, usando a força e a criatividade para ultrapassar sucessivamente a defensiva contrária. Quem também não parava era Bruno Moraes, que, depois de ter apontado três golos ao Rigtersbleek, voltou a marcar, dando sequência perfeita a uma jogada desenvolvida por Ibson. O golo apontado aos 40 minutos foi suficiente para segurar o triunfo.

Monótono

O segundo tempo foi bem mesmo interessante, com Adriano a entrar para o lugar de Bruno Moraes. O brasileiro foi menos acutilante e só por uma vez criou perigo real, num remate já nos instantes finais do encontro que saiu ligeiramente ao lado da baliza. Enquanto os jogadores do Heracles ia estragando o jogo com entradas duras e muitas faltas, os do F.C. Porto voltavam a apostar no estilo objectivo que encontra espaços nos flancos e tenta encontrar o ponta-de-lança através de cruzamentos.

Co Adriaanse não escondeu o bocejo durante os segundos 45 minutos, dado que foi um período, de facto, muito menos interessante. Nem a entrada de Ezequias, Jorginho e Alan, para além de Quaresma, serviu para mudar alguma coisa, o que se reflectiu na falta de oportunidades junto à baliza adversária. Seria, aliás, Helton a ter de mostrar serviço em algumas ocasiões, muito por culpa da acção do avançado japonês Hirayama. De qualquer forma, até ao último minuto do árbitro manteve-se o 1-0, sempre com Vítor Baía, Lisandro Lopez, Sokota, Bosingwa e Bruno Moraes a observarem desde o banco de suplentes

FICHA DO JOGO:
Estádio Quick20, em Oldenzaal

Heracles Almelo: M. Pieckenhagen, B. Daelemans, R. Klovan, M. Looms, R. Maas, B. Hofstede, M. Michalke, S. Tanghe, D. Biseswar, Everton e P. Reekers.
Treinador: Ruud Brood
Jogaram ainda: K. Bridji, Hirayama e K. Quansah

F.C. Porto: Helton; Pedro Emanuel, Pepe e Marek Cech; Ibson, Paulo Assunção e Raul Meireles; Anderson, Sektioui, Bruno Moraes e Vierinha.
Treinador: Co Adriaanse:
Substituições: Bruno Moraes por Adriano, 46; Ibson por Ezequias, 60; Sektioui por Alan, 65; Anderson por Jorginho, 65; Vieirinha por Quaresma, 77.

Ao intervalo: 0-1
Marcadores: 0-1, Bruno Moraes (40)
Resultado final: 0-1


publicado por mdl às 20:26
link do post | Comenta | Adicione aos seus Favoritos

Jogo de Apresentação. Todos ao Dragão!!!!!

 
Bilhetes para a Festa de Apresentação do F.C. Porto já estão à venda nas Lojas Azuis

A Festa de Apresentação do F.C. Porto para a temporada 2006/07, que terá lugar no domingo, no Estádio do Dragão, com o início agendado para as 19h15, está a suscitar enorme expectativa entre sócios e adeptos portistas, que têm procurado, em grande número, garantir um lugar para mais um momento recheado de emoção. Neste momento, já é também possível adquirir o ingresso para festa através das Lojas Azuis.

As Lojas Azuis do Norteshopping, Maiashopping e Arrábida Shopping encontram-se a partir desta quinta-feira a vender bilhetes para a apresentação do plantel azul e branco, que contará com um jogo entre os Campeões Nacionais e a Roma. Assim, fica alargado o leque de opções para a compra de ingressos, que podem também ser adquiridos na Bilheteira Nascente do Estádio do Dragão, no site oficial e através da Linha Azul 707 28 1893.

Os sócios do F.C. Porto que renovaram ou compraram Lugar Anual para a nova época têm entrada livre no evento.


publicado por mdl às 19:17
link do post | Comenta | Adicione aos seus Favoritos

Hernâni Gonçalves em entrevista ao site do FCP

27-07-2006 GERAL
Hernâni Gonçalves: «Uma interacção excepcional»

Hernâni Gonçalves é o sócio do F.C. Porto n.º 7806 . Com um passado intimamente ligado ao clube e à equipa de futebol do emblema portista, a paixão pelo Dragão é por ele vivida de forma incondicional. Após a presença na apresentação do novo conceito de sócio, Hernâni Gonçalves fala de um projecto inovador que satisfaz a alma de ser portista.

FCP: Como associado qual a sua opinião sobre o novo conceito de sócio do F.C. Porto?
HG: É um conceito muito avançado, que integra a tecnologia de ponta do início do século XXI e que anda à frente daquilo que se tem feito. É um conceito que inclusivamente vem motivar o associado e que se torna motivante pelas próprias vantagens que proporciona. Satisfaz o sócio.

FCP: Considera que existem de facto vantagens para o associado?
HG: Absolutamente, as vantagens são nítidas. Basta falar no tarifário Dragão TMN, nos combustíveis Repsol e no Cartão VISA F.C. Porto BPI, que trazem inúmeros benefícios. Para além das vitórias que temos oportunidade de festejar, estamos a lucrar também no aspecto financeiro. A inovação é fantástica e nenhum sócio deixará de aderir.

FCP: O que representou para si estar presente na apresentação deste projecto?
HG: É com grande satisfação que participo em qualquer tipo de evento ligado ao F.C. Porto. Foi para mim uma alegria enorme estar presente num acto que representa um grande passo.

FCP: Pensa tirar partido das oportunidades que o novo conceito oferece?
HG: Eu vou aderir a tudo que o F.C. Porto me propõe porque há efectivamente grandes vantagens nas diversas oportunidades que oferece. A nível de comunicação pode ser um conceito importante para proporcionar uma comunhão maior e mais assídua entre sócios do F.C. Porto. Vou usufruir da parceria com a Repsol e aproveitar as oportunidades oferecidas pelo BPI, que é de facto uma grande instituição.

FCP: É uma medida que vem reforçar a ligação entre o F.C. Porto e os seus sócios?
HG: O F.C. Porto não gratifica o sócio só pelas vitórias, com esta colaboração efectiva os laços de afectividade saem reforçados. Vê-se que existe a preocupação de quem dirige os destinos do clube de manter o seu espírito inovador.

FCP: O que pensa sobre este novo posicionamento do clube?
HG: É uma medida excelente. A instituição F.C. Porto sempre valorizou a massa associativa, que sempre foi o 12º jogador e que continua a ser a grande alma deste clube. A fidelização dos associados sai premiada e sente-se ainda mais o respeito que existe por todos os sócios do emblema azul e branco. Penso que é a primeira vez que um clube premeia os seus sócios desta forma. Há uma interacção excepcional.

FCP: Vê o F.C. Porto como pioneiro neste tipo de acções?
HG: Sim. Conheço muitos clubes, nomeadamente na Europa e América do Sul, e penso que este conceito é ímpar.

FCP: É um conceito que coloca os sócios num patamar mais alto?
HG: Ser sócio do F.C. Porto é por si só um grande estado de alma. Mas estou convencido que os sócios saem mais qualificados deste projecto, ficando mais perto do clube. Quando este conceito foi anunciado senti-me gratificado e, sem dúvida nenhuma, mais à frente.

 Saiba tudo sobre o novo conceito de sócio


Quarta-feira, 26 de Julho de 2006

Blog oficializado pelo Futebol Clube do Porto.

0000py3r

Desde hoje somos um blog oficial certificado pelo Futebol Clube do Porto. Desde já agradecemos a toda a direcção por este prémio e deixando bem presente que esta distinção nos deixa mais motivados para fazer mais e melhor. Desde já muito OBRIGADO.

Confira a nossa oficialização em :

http://www.fcporto.pt/Adeptos/Blogs_Lista.asp .

 

Muito Obrigado.

Rui Tulik Lopes.


Vitória expressiva 0-13

 

Rigtersbleek-F.C. Porto, 0-13
Um bom teste da máquina goleadora

Mais um teste, nova prova de ambição, qualidade reforçada e aperfeiçoamento constante. O F.C. Porto cumpriu esta terça-feira mais um jogo de preparação no estágio que está a realizar na Holanda e voltou a confirmar as excelentes indicações dadas até ao momento.

Co Adriaanse pedira empenho e muitos golos e recebeu em troca uma exibição bem interessante, recheada de ambição e espírito colectivo. Apesar de terem pela frente um adversário amador, os azuis e brancos assumiram toda a responsabilidade na abordagem ao amigável, logrando um triunfo esperado, mas enriquecido com vários dados para promover discussões.

Desde logo a vocação atacante, as mudanças do ritmo de jogo e a variação dos flancos. É com estas características que o Dragão quer alimentar o seu fogo. E esta pré-temporada tem servido para afinar a tendência.

O encontro com o Rigtersbleek exibiu ainda o perfume dos atletas do F.C. Porto. Golos de encantar, movimentos excelentes e uma propensão para dar espectáculo reforçaram a importância desta partida. Os atletas do F.C. Porto continuam a crescer.

Hoje foi também o dia em que Bruno Moraes voltou a jogar pelo F.C. Porto depois de um longo período de recuperação. O atleta exibiu excelentes pormenores e marcou três golos. Quaresma e Vieirinha também estiveram muito bem a rasgar as alas e Adriano a finalizar.

O maior destaque, todavia, tem de ser dirigido para o colectivo. A estrutura começa a mostrar firmeza, mesmo que esta ainda seja uma fase laboratorial. Os próximos dias continuarão a oferecer novos dados, mas os indícios começam a ser firmes: o F.C. Porto está num bom caminho.

Frente ao Rigtersbleek, o F.C. Porto alinhou com: Paulo Ribeiro; Pedro Emanuel, Bruno Alves e Ezequias; João Paulo, Diogo Valente e Marek Cech; Vieirinha, Adriano, Bruno Moraes e Quaresma

Jogaram ainda: Jorginho, Sektioui, Raul Meireles, Ibson e Alan

Golos: Adriano (2 e 9m), Bruno Moraes (13, 26 e 42m), Vieirinha (16 e 58m), Quaresma (19 e 22m), Jorginho (59m), Raul Meireles (68m), João Paulo (78m) e Sektioui (79m


publicado por mdl às 17:35
link do post | Comenta | Adicione aos seus Favoritos

ver perfil

seguir perfil

. 2 seguidores

Links " Azuís e Brancos "

Posts recentes

FCPorto x Rio Ave

Em Frente ....

Hoje é uma final....

Prá Frente é que é o cami...

Euro 2008 Rendeu 250 Milh...

Parecer de Freitas do Ama...

Mais vale perder agora...

FCPorto vale 291 Milhões ...

Simão nem de Borla

Uma imagem vale mais que ...

Links " Azuís e Brancos "

arquivos

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Julho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Tradução

tags

todas as tags