Terça-feira, 26 de Setembro de 2006

Se... não chega

Arsenal-F.C. Porto, 2-0
Se Fabregas...
 
Se. Palavra mínima, uma consoante e uma vogal, um significado vertiginoso, o destino condensado. O F.C. Porto perdeu esta terça-feira no Emirates Stadium por 2-0. Mas como estaria agora a ser contada esta história Se Fabregas, em cima da fatalidade e com Lehmann como espectador, não tivesse roubado a Bruno Alves o direito a festejar? Nunca vamos saber. É assim a roda da sorte.

A primeira oportunidade de golo neste desafio vestiu de azul e branco. E tinha tudo para resultar em vantagem. O canto arqueado de Anderson e o desvio subtil de Bruno Alves tinham sido perfeitos. Bastaria a rede ter abanado para premiar o desenho de bola parada do F.C. Porto.

Se a bola tivesse levado a direcção mais justa, o Arsenal teria de arriscar muito para lá da contenção de riscos e da aposta nas transições aceleradas. Se o F.C. Porto saísse na frente, reforçaria os seus níveis de confiança na abordagem a este exigente desafio. Se o estádio se afundasse no silêncio, as mais de duas mil gargantas portistas presentes no recinto teriam direito ao amplificador da euforia.

Mas Fabregas mexeu no destino e travou o futuro imediato, tal como se estivesse num filme de ficção científica. A vida tem destas coisas e o futebol ainda mais. Os «ses» podem ser de sorte ou azar. Os do Arsenal estavam fadados para a primeira versão. Por isso Henry conseguiu marcar num movimento complicado, por isso Hleb fixou o resultado no minuto 47, sem dar tempo para ver em acção as alterações que Jesualdo Ferreira tinha operado na máquina durante o intervalo.

O F.C. Porto sai de Londres como chegou. A frieza dos números diz que permanece com um ponto no Grupo G. É verdade que sim. Mas também é verdade que regressa à Invicta como mais um tópico para o seu processo de amadurecimento. Os campeões não esmorecem. Mesmo quando vêem, por exemplo, um guarda-redes a largar a bola após remate venenoso e a ter tempo de a recuperar já a caminho do golo. É um pouco como no ténis. Há dias em que todas as bolas que batem na rede tombam para o lado de cá. Dá que pensar, o «se» do futebol.


publicado por mdl às 21:41
link do post | Comenta | Adicione aos seus Favoritos
|
4 comentários:
De lobosmaus a 26 de Setembro de 2006 às 21:56
Infelizmente temos treinador e equipa para lutar pelo campeonato portugues juntamente com o sporting.
Não sei o que passa com os treinadores portugueses (excepto o mourinho) que nestes jogos inventam sempre o nosso defesa esquerdo esquecia -se sempre de marcação ,juntando-se aos centrais o jogo muito mastigado sem rasgos ,e até parecia que o 2-0 servia tal era a lentidão com que eram feitas as transicções defesa ataque.Enquanto não olharmos de igual para igual, não temendo ninguém não consequimos os objectivos , o Jesuldo fez a equipa para não perder e quando assim acontece, é a derrota o resultado mais certo


De Zirtaev a 27 de Setembro de 2006 às 11:45
Por ver o LoboMau a comentar, parece que foi tb o que os jogadores do FCPorto viram em Londres.

Que falta de atitude. Enfim.

Um abraço.
www.portistasdebancada.blogspot.com


De Diego_Meu_Anjinho a 27 de Setembro de 2006 às 12:08
Bom dia xD

Muito mau o jogo, muito ma a exibiçao, muito mau tudo... Parece que vamos lutar pelo campeonato e esquecer as competiçoes europeias porque nao vejo jeito de melhoras! Mas ainda ha esperança! Temos que acreditar!

Força FCP! Sempre contigo ate morrer!

Bjinhos*


De José Manuel a 27 de Setembro de 2006 às 16:03
Caro Mirandela

Desde já os meus parabens , pois escreve muito bem, e não só para este blog, como também para o site do Porto.
Relativamente ao jogo desculpe que lhe diga mas vimos jogos diferentes, porque o que vi foi muito mau para ser verdade, vi um Porto medroso como não via desde o tempo do Ivic. Vi um Porto desorganizado, todos sem saberem o que estavam a fazer, este fim de semana assisti a um jogo dos infantis do FCPorto , que nas vertentes tecnico tacticas , me pareceu de longe muito mais organizado.
Vi um Porto que me envergonhou como à muito não acontecia.
Recentemente o Porto levou-nos ao topo, por esse motivo não podemos entrar psicológicamente com a ideia de não perder, pois o opositor quando pressente o medo tenta rapidamente o KO .
Pior que o jogo, foi constatar que não temos treinador para dirigir uma equipa que está nos 10 primeiros lugares do Mundo segundo CNN.

Um abraço


Comentar post

Links " Azuís e Brancos "

Posts recentes

FCPorto x Rio Ave

Em Frente ....

Hoje é uma final....

Prá Frente é que é o cami...

Euro 2008 Rendeu 250 Milh...

Parecer de Freitas do Ama...

Mais vale perder agora...

FCPorto vale 291 Milhões ...

Simão nem de Borla

Uma imagem vale mais que ...

Links " Azuís e Brancos "

arquivos

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Julho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Tradução

tags

todas as tags